Versão para impressãoEnviar por E-mail

Imparcialidade e independência são cruciais na liderança da ONU

Guardar - Partilhar

favorites email

Partilhar no Facebook

Avaliação: / 0
FracoBom 
O candidato a secretário-geral as Nações Unidas António Guterres defende que a imparcialidade e a independência são "valores cruciais" naquele cargo e acredita que os manteve e cultivou quando esteve à frente do Alto Comissariado para os Refugiados.

VER MAIS INFORMAÇÃO EM: